Os Amigos do Lago Paranoá

Os Amigos do Lago Paranoá

Em Abril de 2010 um grupo de amigos se reunia mais uma vez para o tradicional café da manhã no flutuante Tracajá.

                                                                      Tracajá                                                              Marcelo Velloso

No café a conversar ia desde o agendamento de expedições de caiaques pelo rio Araguaia (GO/MT), pela baía de Camamu (BA), pelos lagos de Corumbá IV e Queimados (GO) até os riscos a qualidade da água do Lago Paranoá e a vida dos seus usuários, como os esgotos clandestinos, o assoreamento, o derramamento de óleo de embarcações, a imprudência de donos de lanchas e Jet Sky, que insistem em navegar em alta velocidade e muitas vezes próximos a margem.

                                                          Baía de Camamú BA 2008                             Travessia do Araguaia GO 2010

Aos poucos, os problemas do Lago Paranoá que sempre vinham à tona nesses encontros foram alimentando o desejo dos amigos de criar um movimento em defesa do lago, até que muitos cafés da manhã depois, em novembro de 2011 foi criado o www.amigosdolagoparanoa.com.br.

              Guilherme Scartezini e Claudio Lemos          Scartezini e Paulo Veiga               Fred Ramos e Eduardo Maia

Assim como muitos movimentos em defesa do meio-ambiente, de minorias, da cultura e outros temas de interesse público, os amigos do Lago Paranoá também estão participando das redes sociais para a divulgação de seus objetivos e projetos.

Mas depois da criação do site que nos permitiu dialogar com outras pessoas, grupos e instituições que também apóiam o uso público e sustentável do lago, a grande bandeira do movimento, foi preciso elaborar uma estratégia de ação e diante da ausência de recursos e contando apenas com o trabalho voluntário dos amigos, uma câmera na mão e uma idéia na cabeça, passamos a produzir matérias sobre temas que dizem respeito ao Lago Paranoá.

O tema mais polêmico e ainda em discussão é o Decreto de Segurança, Ocupação e Uso do lago, proposto pelo GDF e quem vem recebendo muitas críticas e sugestões da sociedade. Outro tema de grande repercussão na mídia são os esgotos clandestinos , que vem sendo combatido a muitos anos pela CAESB e agora, com o crescimento das denúncias feitas pela população, tem apresentado resultados mais positivos.

As infra-estruturas urbanas e os serviços que contribuem para o uso público do lago também são objeto de nossas reportagens, como o Pier do Lago Norte, recentemente inaugurado nas proximidades da Ponte do Bragueto. Da mesma forma, os profissionais e empresas que produzem ou alugam caiaques, uma embarcação que não requer nenhuma preparação para o seu uso e cujo preço de venda ou aluguel é muito acessível, criando a oportunidade para muita gente ter o seu primeiro contato com o lago.

Em novembro de 2012 o movimento completa um ano e em parceria com outras organizações prepara-se para iniciar em 2013 um programa de educação ambiental, utilizando arte, esporte e cultura como didática de ensino, formação e mobilização de opinião pública.

Para que em 2013 possamos ampliar nossa luta pelo uso público e sustentável do lago é muito importante o crescimento do número de associados, o que nossos leitores podem fazer se cadastrando em “Associados ONG”. Não é preciso pagar nenhuma taxa e todas as ações realizadas serão divulgadas aqui, de forma a assegurar total transparência aos nossos associados e usuários. Esses são alguns dos bons motivos para você se associar aos Amigos do Lago Paranoá e participar da luta pelo uso público e sustentável desse maravilhoso patrimônio que temos a responsabilidade de conservar para o nosso uso e das futuras gerações.

 

21 Comentários em “Os Amigos do Lago Paranoá

  1. Tamo junto manooo!

    • Guilherme says:

      Meu compadre dinossauro do lago, amizade assim é que faz a gente ir pra frente.
      Axé meu chapa.

  2. GERALDO PINTO says:

    Governo e sociedade organizada cuidando desse maravilhoso patrimônio dos Brasilienses.
    Vamos combater os loteamentos irregulares na orla do lago e todo tipo de ação do homem que provoque assoreamento, poluição à destruição dos mananciais que abastecem o NOSSO LAGO PARANOÁ!!!

    • Guilherme says:

      Geraldão, obrigado pela força e pelo estímulo, bom demais poder contar com você. Mas se cadastre no site, você vai ver que não doi e só faz bem.
      Um bom final de semana.

  3. Guilherme says:

    Olá Belina, que bom que gostou da publicação, se desejar contribuir com nossa luta em defesa do uso público e sustentável do Lago Paranoá é só se inscrever no site. Obrigado pelo apoio.

  4. Michele Ribeiro T. Vazquez says:

    Acho um absurdo restringir o uso do Lago Paranoá! Tanta coisa mais importante para se preocupar: uso indevido de lancha, Jet Sky, pessoas embriagadas. Brasília já é pobre de laser e o pouco que temos ainda querem meter o bedelho, pior: pessoas leigas no assunto.

    • Guilherme says:

      Oi Michele,

      Pois é, a primeira versão do Decreto apresentada pelo GDF está recebendo muitas críticas e sugestões, mas o objetivo de uma audiência pública é esse mesmo, ouvir a comunidade e incorporar suas propostas e para isso, temos que participar e dar a nossa contribuição. Por outro lado, quero convida-la a participar do movimento pelo uso público e sustentável do lago, quanto mais pessoas participarem maior será nossa legitimidade na representação dos interesses da comunidade.
      Obrigado pelo seu comentário e uma boa semana.
      Axé.

      Guilherme S. Scartezini

      • Michele Ribeiro T. Vazquez says:

        Ola Guilherme S. Scartezini

        O que estiver ao meu alcance, participarei sim de manifestações reuniões e outros.
        Temos direito de praticar esportes e ter um laser e o Lago Paranoá é a Paixão de meu
        esposo: Marcos J. Francisco rsrssss
        Um Abraço!

  5. Marcos Jorge Francisco says:

    AGORA IMAGINEM OS CORREDORES DOS PARQUES DA CIDADE SEREM PEGOS POR UMA LEI QUE PROÍBA CORRER SOZINHO NO PARQUE DA CIDADE!

  6. Michele Ribeiro says:

    Uma coisa eu tenho certeza: Se nós do povo, mergulhador , banhista e outros, não nos unirmos esse Decreto só será bom para os Empresários!

  7. Marcos says:

    Não consigo abrir o link da minuta!!!!!!!!!!!!!!! tem como mandar o arquivo!!!!

  8. Michele Ribeiro says:

    Já visualizo ter de pagar para usar o Lago que é Público.
    E quanto ao uso : Cade meu direito de ir e vir? O lago é público ou não é? Tenho de pedir autorização para usar o lago? Tenho de usar em horários determinados? Vejo que está caminhando para uma mega comercialização onde o povo será o menos favorecido e as Empresas serão as beneficiadas !
    Se uma certificadora internacional , de renome te dá um certificado de mergulhador solo, que aliás serve para qualquer lugar no mundo, quem é mesmo que diz que não se pode mergulhar sozinho?
    E o mergulho noturno? Ninguém mais aqui em brasília passará do curso básico?
    Tanto faz de dia ou de noite!
    Usamos lanterna para ambos!

  9. Marcos J. Francisco says:

    Devemos mobilizar alguns mergulhadores por se tratar de assunto que se refere ao mergulho no Lago Paranoá e não a Operadoras. Coloquei-me a disposição e: eu e muitos mais ficamos sabendo da reunião somente 30 minutos antes, onde estava na reunião do comitê da bacia do rio Paranoá, onde pude ver que o GDF esta passando por cima deste comitê. Estou aqui lutando para que esse decreto seja algo que venha a melhorar e não ser um decreto ditador como esta acontecendo. Fui aluno de avançado e lembro no meu check out as lanchas fazendo balizas com nossas boias, têm que educar e não privar as pessoas. Outro ponto importante é que o GDF através deste decreto quer impor coisas no mergulho que não é da ossada deles, eles estão tendo por base as normas da ABNT que se trata de ensinamento do mergulho, coisa que os artigos deste decreto não mencionam em momento algum, esses artigos só estão pegando no pé dos mergulhadores depois de formados, sendo que os mergulhadores passam por um treinamento bem rigoroso. O GDF tem que ouvir mergulhadores que usam o lago como lazer, não apenas Empresários do ramo, pois esse decreto esta impondo normas erradas!

  10. MICHELE RIBEIRO says:

    OlÁ Guilherme S. Scartezini
    VEJA O BONITO TRABALHO FEITO PELO AMIGO JOSÉ RICARDO SILVA DOS SANTOS
    TRABALHO ESSE REALMENTE VOLTADO AO COLETIVO.
    http://www.youtube.com/watch?v=C6AHPmHJt9E

  11. Nanda Costa says:

    A maior comunidade no Orkut da cidade de São Sebastião DF tem registros do absurdo que são as invasões privadas da nossa orla.. Depois eu posto o link de lá pra quem não conseguir encontrar o tópico: DE QUEM SÃO AS MARGENS DO LAGO PARANOÁ?

    • Guilherme says:

      Bom dia Nanda, assim como a comunidade de São Sebastião no Orkut os Amigos do Lago Paranoá também defendem a desocupação das áreas públicas ao redor do lago, mas acreditamos que para o uso público do lago é preciso ainda mais, como por exemplo, a implantação de equipamentos públicos, segurança e transporte nas áreas que hoje já são frequentadas pela população, como o piscinão do Lago Norte. No decreto de Segurança, Ocupação e Uso do Lago que o GDF está discutindo com a população, o governo apresenta a proposta de criação de uma série de praias no lago, mas em nossa opinião se a sociedade não se mobilizar para que esse projeto seja efetivamente implantado ele não sairá do papel, por isso, convidamos você e toda a comunidade de São Sebastião para juntos defendermos o uso público do lago. Associar-se ao movimento dos Amigos do Lago Paranoá não tem custo algum, basta entrar no página “Associados ONG” e preencher um cadastro muito simples. Quanto maior o número de associados maior a força do movimento. Aguardamos o link do Orkut para divulgarmos o trabalho de vocês. Um grande abraço. Guilherme Scartezini – Coordenador dos Amigos do Lago Paranoá.

  12. vera lucia velloso de araujo says:

    Parabéns amigos do Paranoá.

    • Guilherme says:

      Cara amiga Vera, esse é o resultado de um esforço coletivo que inclui a participação de sua família, por isso, parabéns a todos vocês.

  13. MARIA DA GLORIA BOMFIM YUNG says:

    PARABENS AO GRUPO. O LAGO PARANOÁ É PATRIMONIO NATURAL DE BRASILIA E DEVE SER PRESERVADO

    • Guilherme says:

      Olá Maria da Glória, obrigado pelo carinho com o grupo e aproveito a oportunidade para convidá-la a se associar através da página “Associados ONG”, não custa nada e contribui para o fortalecimento do movimento.

  14. natanry ludovico osorio says:

    Guilherme, voces merecem todo o nosso reconhecimento e aplausos. Acabo de me associar, porem confesso nao sei se concretizou.Que em 2013, o Lago Paranoa receba mais e mais guerreiros como voces, unidos pela sobrevivencia do nosso lago artificial, que requer cuidados com carinho e amor pelas sau aguas. Entratanto… tudo passa pela defesa dos nossos manancias, nascentes e matas de galerias dos nossos corregos.

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *